A autora

Mineira de Belo Horizonte, sou graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário de Belo Horizonte (UNI-BH), mestranda em Português Língua Não Materna, pela Universidade Aberta de Portugal (UAb) e, recentemente, passei a dar aulas de Português Língua de Herança e Português Língua Estrangeira na Associação Brasileira de Cultura e Educação (Abrace), em McLean, Estado da Virgínia.

No Japão, onde morei 12 anos e trabalhei como jornalista e professora de Português para estrangeiros, conheci o meu marido, que é americano, e nos mudamos para cá (Estados Unidos) em março de 2017. Um ano depois, nasceu em Alexandria, também no Estado da Virgínia, o nosso filho Daniel e a nossa jornada bilíngue Inglês/Português.

gravida_Fotor
Nós em Alexandria Old Town, uma semana antes do Daniel nascer.

Ele tem apenas cinco meses de idade, mas a minha preocupação começou antes mesmo dele ser concebido e afetou até a escolha do nome: “Dêniel” para os americanos, “Daniéu” para nós brasileiros.

Muito além disso, para mim, é extremamente importante que o Daniel fale Português e crie laços com o Brasil e com a minha família, que está toda lá. Tenho total apoio do meu marido, mas também tenho consciência de que não basta querer. Naturalmente, o nosso americano-brasileirinho (ou seria brasileiro-americaninho?) vai falar Inglês, mas se ele vai ser realmente bilíngue ou não – ou “mais ou menos” – vai depender especialmente de mim. Do meu esforço, da minha estratégia, da minha consistência, da minha perseverança…

Inspirada pelo autor do livro “Maximize Your Child’s Bilingual Ability” (“Maximize a Habilidade Bilíngue do Seu Filho”, em tradução literal), Adam Beck, – muito obrigada pela indicação, Magali! – resolvi criar este blogue como uma espécie de caderno virtual de anotações e, ao mesmo tempo, um canal de troca de experiências com outras famílias bilíngues ou multilíngues.

maximize_adambeck_Fotor2
O livro que tem me inspirado muito. Super recomendo!

Sendo esta uma jornada tão longa e grandiosa, sei que assunto não vai faltar – talvez falte tempo, por isso pretendo escrever aqui somente uma vez por semana. E com milhões de brasileiros no exterior e outros tantos casamentos internacionais mundo afora, também sei que não estou sozinha. Felizmente 🙂

Muito prazer!

Karina Almeida

Para saber mais sobre o blogue, clique aqui.